Física

9 posts

Físicos do Experimento NPDGamma do DoE’s Oak Ridge National Laboratory (ORNL) Mediram a interação fraca entre prótons e neutrons no núcleo atômico, esta interação já estava prevista no Modelo Padrão o qual descreve as partículas elementares e suas interacoes. As descobertas foram publicadas no jornal Physical Review Letters (arXiv.org preprint).

De acordo com o artigo teórico publicado no Annals of Physics pelo Dr. Ovidiu Racorean, que pertence à Direção Geral de Informação Tecnologica de Bucharest - Romênia, a geometria do espaço-tempo no entorno de um buraco negro em alta rotação (buraco negro de Kerr) se comporta como um computador quântico e pode codificar fótons com mensagens quânticas.

Plasmas são formados naturalmente em altas temperaturas, como aquelas alcançadas no interior das estrelas. O plasma neutro consiste em um numero igual de elétrons e ions positivos. Em experimentos recentes, um time de físicos da Universidade de Rice trabalharam com o plasma neutro resfriado criados a partir de átomos de estrôncio que foi ionizado a laser. A equipe utilizou feixes de laser para resfriar os íons para uma temperatura em torno de 50 mK (mili Kelvin), um avanço que nos permitirá simular os estados exóticos da matéria que ocorrem no centro de Júpiter ou em Anãs Brancas.

Por Fábio Matos Toda a argumentação que o autor apresenta em relação à Matemática pode ser desenvolvida em relação à Física, que historicamente é a única ciência natural que contribuiu para o progresso da Matemática. Um artigo recente de João Araújo no Observador pode defender ideias muito certas no que diz respeito ao […]